Lidiane Oliveira

Lidiane Oliveira * As luas menstruam cedo E os namorados aprendem A se amarem rapidamente Contigo foi diferente Teu namorado te matou Que pena, Lidiane! Sofremos a tua dor Não mais temos sorrisos Somos corpos despidos de alegrias Mulheres que andam assustadas Estamos em luto pelo respeito Que tanto gostaríamos de vê-lo renascer Não sabemos […]

Cevilha Moreira

Cevilha Moreira * Abrimos as portas para entrar o sol Queremos ver dias coloridos Onde os poços cheios cantam jardins A morte é uma passagem para outra vida Sua morte foi horrível, mulher Mas você vive em algum lugar melhor Cheio de encantamentos e contentamentos Nós aqui estamos desassossegadas Diante do feminicídio Crime cruel que […]

Carla Sampaio

Carla Sampaio * Entre dizeres de amor Flores que sorriem E pássaros à janela Há a dor da sua morte Ficamos aqui, descontentes Sem palavras para poetizar A vida de tão bela que é Os covardes nos tiram brutalmente Choramos a sua partida brusca Lutaremos por menos dores Menos feminicídios Mais respeito entre os casais […]

Lucilene Galdino

Lucilene Galdino * Chora a lua minguante Igualmente os lírios Tua morte foi horrível Nem tiveste tempo para sonhar Os sonhos das mulheres Que acalentam pássaros perdidos A dor está presa no grito Que não silencia enquanto Os homens de bem não fizerem algo Para sanar a violência contra a mulher Somos pedras preciosas Rainhas […]

Rafaela Martins

Rafaela Martins * A dor alcança o limite Não há pedra que não chore Vítimas da crueldade Mulheres são mortas todos os dias Por homens que deveriam protegê-las Ou pelo menos as respeitarem O orvalho cai no rosto As manhãs de outono são mais sutis E há um porta-retratos vazio Despido de um sorriso feminino […]

Daniela Sabrina

Daniela Sabrina * O desconhecido nos assusta Ele tem rosto encapuzado E mata quando damos às costas Covardes machistas Nunca plantaram flores Nem choraram dores A vida vai embora, de repente Sem deixar tempo para Pontas de lápis Desenho a giz de cera Bonequinha de louça Choremos, mulheres E lutemos sempre Danda Trajano danda.com.br Projeto […]

Natália Melo

Natália Melo * Caem estrelas do céu As estações choram Os rios clamam leis Que impeçam mortes Pelo feminicídio Não há parede que suporte Tantas pancadas As mulheres choram Àquelas que se vão Mas fica a luta e resistência Por dias melhores Danda Trajano danda.com.br Projeto Flores Partidas [email protected] * Morta a facadas pelo marido […]

Lílian Maria

Lílian Maria * O cão ladra na estrada As rosas choram a tua morte Estupidez de um machista Dor que engravida temores Mas somos fortes Não desistiremos da luta O feminicídio acabará As mulheres resistem apesar Das flores murchas O toque do sino na igreja Nos faz lembrar de cada mulher Que os seus companheiros […]

Isabela Miranda

Isabela Miranda * O fogo que te queimou As chamas que te ceifaram Rezam à sombra da estupidez Um pranto que não descansa Estamos em luta Nenhuma mulher morre Sem que deixe histórias De dor e enfrentamento à barbárie Resíduos tóxicos de um machismo Que desalinha o sol da vida feminina Resistiremos por ti, Isabela […]

Maria Edjane

Maria Edjane * É difícil viver entre espinhos Quando eles se vestem de flores Nunca saberemos que cor é a água Do rio que correr em suas veias Espinhos machucam e nos roubam a vida Levam nossos sonhos Nossas vontades de crescer De nos tornarmos melhores Buscamos tanto um lugar no mundo Uma casa para […]