Conforme o Evangelho Segundo o Espiritismo de Allan Kardec, no seu capítulo XXVII, Pedi e Obtereis, a prece tem o seu poder de levarmo-nos até Deus, de falarmos com Ele, de sermos ouvidos por Ele… A prece é
poderosa, irmãos! Por isso devemos estar em preces em todos os momentos e em todos os lugares. A prece não precisa ser em voz alta, pode ser do coração para Deus, da voz baixinha para Deus, de uma
simples palavra para Deus. Não é preciso falar bonito com Deus, qualquer palavra que expresse amor, gratidão e caridade chegará até o nosso criador; Ele nos escutará sempre que pedirmos o seu auxílio. Deus nunca
nos abandona.

Algumas pessoas acham que é impossível falar com Deus, que deve ser difícil chegar até Ele, mas não. Segundo Allan Kardec, a prece nos leva até Deus de forma simples e poderosa. A prece cura doenças, traumas,
inquietudes, solidão e saudades. Tudo pode a prece. E ela está dentro de você. Sempre que quiser falar com Deus faça uma prece mesmo que pequena, Ele vai ouvir você.

No título do capítulo XXVII, Pedi e Obtereis, Allan Kardec já nos deixa claro do poder da prece. Se for feita com vontade e amor tudo aquilo que pedirmos receberemos. Deus na sua infinita benevolência nos escuta e
sabe o que é melhor para todos nós. Ele sabe quando precisamos do seu auxílio, quando choramos de tristezas e não há ninguém por perto para enxugar as nossas lágrimas ele pode nos confortar através da prece. Pedi e
obtereis, eis o poder da prece.

No Evangelho Segundo o Espiritismo, no seu capítulo XXVII, Pedi e Obtereis, Allan Kardec nos lembra, ainda, do poder da prece individual e em conjunto. Quando várias pessoas reunidas e em harmonia com as leias
da natureza fazem preces esta tem maior poder de alcance, porque juntos seremos sempre mais fortes, não que a prece individual seja fraca, toda prece tem a sua identidade única e subjetiva.

É preciso acreditar no poder das suas palavras, irmão, no poder que a sua prece tem para mudar o mundo, as pessoas ao nosso redor, corrigir nossos defeitos, combater o mal, aliviar os problemas e tensões do mundo
contemporâneo. Quando levamos os nossos problemas até Deus Ele nos escuta e coloca os seus anjos em nosso auxílio. Deus ouve a todos que por Ele suplicam, sabe tudo o que se passa dentro e fora de nós, conhece a
humanidade como ninguém, mas nada pode fazer se não recorrermos até Ele através da prece, pois assim foi nos dado o livre-arbítrio.

Ademais, Deus não quer interferir na vida de nenhum de nós, ele nos dá o direito de fazermos escolhas, somos responsáveis pelas coisas que fazemos, pelas palavras que proferimos, pelas nossas atitudes e gestos.
Quando somos caridosos com alguém Deus fica contente conosco, porque Ele tudo vê e sabe. Quando você estiver com um problema que não pode contar para ninguém converse com Deus, abra o seu coração, deixe que os
seus sentimentos e emoções aflorem e desperte a humildade e a simplicidade para falar com Ele. Na simplicidade Deus criou o seu filho Jesus Cristo e é nessa simplicidade de mundo subjetivo em que nos encontrarmos que Deus quer ouvir as nossas preces. É preciso saber cuidar de si mesmo, irmão. Um cuidado que sai da alma e vai de encontro a Deus através da prece.

Dessa forma, se cada um de nós fizermos preces por um mundo melhor, por mais amor às crianças e aos idosos, estaremos contribuindo para o bem da humanidade. É preciso falar com Deus, se possível, a toda hora,
nem que seja através de uma simples palavra, mas caso tenhamos um dia cheio de atribuições e atividades falemos com Ele antes de dormir e ao despertar pela manhã cedo. Os pássaros falam com Deus nos seus cantos,
do jeitinho deles, e nós podemos escolher o nosso jeitinho de falar com o nosso criador, com a inteligência suprema criadora de todas as coisas do universo.

Assim sendo falar com Deus é mais fácil do que muitos possam imaginar. É como tocar uma flor ou olhar as estrelas, Deus está sempre presente nas nossas vidas quando fazemos preces, logo não devemos esquecer nunca
de agradecermos pelas coisas boas que conquistamos e acontecem conosco e com o próximo. Nas nossas preces sempre fazemos pedidos para nós, mas há de não esquecer do nosso irmão que tanto precisa da nossa ajuda, principalmente dos incrédulos e materialistas. Fale com Deus, ele vai ouvir você.