Era uma vez um menino bastante falante. Quando abria a boca não parava mais de falar. Falava de tudo. Era um Deus nos acuda aquele menino falante. O povo não suportava aquela falação dele e ia saindo aos poucos, sem que percebesse. De repente, estava sozinho na sala ou no corredor, falando sozinho.

O menino falante tinha o costume de falar das rosas, dos rios, das montanhas, dos bichos, das estrelas… enfim, ele sabia de tudo um pouco e gostava de conversar sobre o que conhecia. Mas, o povo não tinha tempo para escutá-lo. Diziam que não queriam perder tempo com conversar de menino. Ele ficava triste e ia conversar com as borboletas no jardim da escola.

Exercícios para o bom pensar.

1 – O que é uma pessoa falante?
2 – Por que as pessoas falantes podem incomodar?
3 – O que nos faz falar demais?
4 – O conhecimento sobre todas as coisas é importante para uma boa conversa?
5 – Como começar uma conversa?

Desenhe você falando com alguém.